quarta-feira, 16 de Julho de 2008

Uma criança de olhos tristes










Se vires uma criança de olhos tristes,
procura descobrir-te nesses olhos
como se tu próprio fosses
um altar
rasgado sobre o mundo
e te pudesses debruçar
sobre o teu próprio mundo.


Hás-de sentir, então
dentro de ti
um sol de primavera
e descobrir,
feliz, no arrebole
dos olhos tristes da criança triste,
a luz primaveril do próprio Sol !

Mariano Calado


11 comentários:

1/4 de Fada disse...

Já sei que interrompeste as férias por motivo de doença, o que em si já é mau, mas é ainda pior quando se trata de um filho. Espero que esteja tudo melhor.
Obrigada pelos parabéns.
Beijinhos.

Maria do Carmo Cruz disse...

Para o Poeta
Sabe, tenho visto tantas crianças de olhos tristes! E o que me leva a ter esperança é que eu própria fui, no meu tempo de infância (repito, que nunca fui criança) uma menina de olhos tristes, tristes. E hoje, graças a Deus e à Sua Força, sinto-me uma pessoa realizada. Mas capaz de ler as causas que podem estar por detrás de um olhar triste de criança. Há olhares tristes cuja causa não tem perdão. Um abraço para o Pai Mariano e um beijo para a Isabel, com esperanças de em breve a paz completa encher o seu coração da Avó Pirueta

Viviana disse...

Olá Isabel,

Belo poema acerca das crianças de olhar triste.

Ainda há tantas por aí...

È urgente fazer-se alguma coisa por elas!

È preciso ver alegria e não tristeza nos olhos das crianças.

Lutemos por isso.

Um grande abraço
Viviana

Girafa cor de rosa disse...

Lindo! Um grande beijinho.

Multiolhares disse...

-cada vez vimos mais olhos tristes
Em todos os seres viventes


espero que o teu rebento esteja melhor

beijinhos

Teresa disse...

Como nao consigo dormir. Tenho febre e anginas. Entao, pensei, levanta-te e ve o que há no blogue da Isabel. Que belo poema. Infelizmente, nao o posso declamar, como costumo fazer, pois nao posso falar. Nada de grave é uma gripe de Verao.
Saudacoes para o Goncalo, para a mae e para o avo.

gaivota disse...

pois é, isabel, olhos tristes dum criança, há tantos...
deviam correr e jogar à bola e ir para os baloiços, cada vez mais difícil!
beijinhos

BC disse...

Um obrigada,à avó pirueta ,à Viviana,à fadinha,à girafinha, à Luna,à gaivota pela visita e pela solidariedade.

Para a Teresinha, hoje que está doente o meu carinho especial.

Beijinhos para todas e Bom Fim de Semana.

Poderei voltar ainda hoje com uma postagem, conforme o tempo e a disposição.

Fátima André disse...

Os meus olhinhos também têm andado tristes como os dessa criança... os motivos não os posso descrever aqui, para além do factor saúde que também não tem abundado.
Mas hoje uma pessoa fez-me sorrir de esperança e acreditar com um novo vigor na bondade da humanidade. Por isso, amanhã vou postar um texto que acho maravilhoso sobre o SORRISO.
Acho que pela milésima vez, quando eu me sentia a caminhar sozinha na areia, era Ele que me levava ao colo. Senti hoje na minha vida que mais uma vez a história das "pegadas na areia" encaixavam claramente na minha vida.
Lembrei-me também das palavras da Carmo quando ela diz que "Deus faz tudo pelo melhor", mesmo quando não conseguimos entender os sinais.

Isabel, espero que o seu menino também tenha os olhimos mais sorridentes e que esse coração zinho de mãe estaja mais tranquilo.

Um grande beijinho e um :)

Vanda disse...

:) As melhoras em primeiro lugar!


Depois...se vires uma criança de olhos tristes, tenta pereceber o que se passa, com maõs de anjo afaga lhe o coracão e sonda-lhe a história...

Nenhuma criança deveria albergar em si tal véu nos olhos...


Um beijo, obrigada!

amor y libertad disse...

ser niño en los ojos del niño, en los ojos de ti