quarta-feira, 31 de outubro de 2012

VIDA _ O LIVRO DE TODOS NÓS

Provavelmente a nenhum de nós ocorreu, ou pensou que todos somos um livro_________ talvez um livro por "publicar".

Nascemos de duas histórias que se encontraram numa estante qualquer,cada um com uma história guardada, e escrita, cumprimentaram-se, trocaram olhares, e  entre os dois o amor aconteceu, aconteceu magia e surgiu um romance entre eles.
Quiseram juntos escrever mais uma história, que ao fim de algum tempo nasceu branca, sem letras, sem palavras, sem história ainda por escrever, o tempo foi passando e mais histórias nasceram e eram histórias lindas, e as páginas começaram a ser preenchidas, ilustradas, umas a cores, outras a preto e branco, uns dias com sorrisos, outros com lágrimas, mas os capítulos seguiam o seu rumo, caminhavam, voavam, umas mais breves, outras mais longas, conforme tinham sido traçadas nas estrelas, ou conforme os dedos que as escreviam.

Nós escrevemos a nossa própria história todos os dias, somos nós que escrevemos o livro, e ele será tão mágico quanto o empenho que nós depositamos nele, e o tempo que lhe dedicamos, a nós e aos outros livros que fazem parte da nossa estante.


_ Sim porque todos nós somos escritores do nosso próprio livro, da nossa própria história.

Esta história é a nossa "VIDA"
E, o meu livro continua a ser escrito, em capítulos, com as mesmas personagens.
Escrevam os vossos livros, da melhor maneira, sem mágoas, com magia, com sonhos à mistura, e verão__________ o Amor acontece e o livro terá um Final Feliz.
Este pequeno texto não é mais que uma reflexão simples da vida, da vida de todos nós.



Isabel Cabral



4 comentários:

Luís Coelho disse...

Cada folha que escrevemos nesse livro jamais se poderá apagar. Podemos corrigir ou rectifica as nunca podemos apagar.

Saber viver com amor é saber emoldurar esse livro com as mais belas e sábias histórias de amor.

Tentativas Poemáticas disse...

Olá Isabelita

Texto muito apropriado a uma reflexão que tenho vindo a fazer (talvez publique), acerca dos concursos literários, das pessoas que na Cronologia do FB dizem ser escritores e/ou poetas, porque têm dinheiro para as edições de autor e abandonam amizades porque as pessoas nem sempre possuem meios económicos para comprar todos os livros editados daquela maneira. Recordo o caso duma "amiga" comum que andou durante meses a enviar-me mails com sugestões de como ganhar dinheiro na Net, imagine!
Andei a percorrer os seus blogues à procura do seu livro "Antologia de Sonhos Acordados" e não encontrei. Poderá dizer-me qual foi a Editora que o publicou? Hei-de conversar melhor consigo sobre esta matéria.
E assim passei pela blogosfera, viu?
Beijinho.

Nilson Barcelli disse...

É mesmo assim, nós escrevemos a nossa própria história. A duas, a quatro ou mais mãos.
Magnífico texto, querida amiga.
Isabel, tem um bom feriado e um bom fim de semana.
Beijo.

BC disse...

Olá antónio, já lhe respondi em mensagem no Face acerca da publicação, mas este texto já está publicado no Facebook.Publiquei-o hoje.
Beijinhos