terça-feira, 15 de dezembro de 2009

SONHOS


No sonho me deixei ir
pelos caminhos do meu sentir
troquei os pesadelos,
por sonhos
troquei as nuvens pelo sol.

Os dias cinzentos,
pelo arco-íris,
e por estrelas cadentes.

Os pesadelos estão involtos
em nuvens cinzentas,
os sonhos involtos
em magia,
casei a chuva com o sol,
e dessa união
perfeita
surgiu um arco-íris
colorido,
que fazia as crianças
sorrir.

As nuvens eram passageiras,
o sol era permanente,
a lua era permanente,
e as estrelas também,
e o sol não se escondeu
e amanheceu num sorriso
de um dia sereno.

Isabel Cabral

22 comentários:

FERNANDA & POEMAS disse...

OLÁ QUERIDA ISABEL, MARAVILHOSO POEMA ADOREI AMIGA... ABRAÇOS DE AMIZADE,
FERNANDINHA

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Isabel,

Que música linda essa do seu blog, adorei!

E que todos os seus sorrisos sejam como o sol.. radiantes!

Beijo imenso, menina linda.

Rebeca


-

Marta Vasil disse...

Que linda troca que fizeste, no fundo, deixar entrar no coração os sentires de alegria e expulsar os de tristeza. Gostei muito.

(A poesia anda a passo de caracol, melhor, a publicação no blogue, pois escrevê-la é necessidade e isso eu faço)

Beijinho para ti querida amiga e não deixes escapar esse arco-íris que fazia rir as crianças, mas que certamente também faz sorrir os adultos)

alegria de viver disse...

Olá querida
Gostei deste poema sonhar é muito bom.
Com muito carinho BJS.

Raul Martins disse...

Retratas o que muitas vezes é a nossa vida. Dias menos bons e outros coloridos; dias com nuvens e outros de pleno sol...
.
E o bonito é casar o sol com a chuva (esta metáfora está lindíssima) da qual nasce o arco-íris...
.
Carpe diem!

gaivota disse...

lindo poema, com sol e lua e estrelas permanentes... mandemos as nuvens embora!
beijinhos

Professora Georgina Pinto disse...

Olá Isabel Cabral!
Realmente já não comentava há algum tempo no seu maravilhoso blog.
Mas acredite que ainda há 1 hora atrás estive a ler o maravilhoso poema que publicou hoje, só que é sempre a correr, pois professor tem sempre trabalho apesar de muitas pessoas pensarem o contrário.
Adorei a sua visita no meu/ alunos blog.
Muitos beijos
Georgina Pinto

ematejoca disse...

A metáfora do casamento da chuva com o sol é pura e simplesmente:
P O E S I A

Andreia disse...

É tão saber que o sol sempre permanecerá lá... *

direitinho disse...

Bom Dia
Do Paulo Sempre passei para aqui e quero dizer-te que estou encantado com este poema cheio de sensibilidade e voltado para o sorriso e os dias serenos de Sol.
Ate´nos dias de chuva podemos olhar a beleza do arco-iris.
Vou seguir-te para não perder nenhuma das tuas criações.

Viviana disse...

Olá Isabel

Sempre, sempre, tem aqui algo de belo e enriquecedor á nossa espera, boa amiga.

Muito lindo e tocante este poema.

È mesmo ao estilo da sua sensibilidade e belexa de alma.

Obrigada.

Foi muito bom lê-lo e interiorizà-lo.

Desejo-lhe uma linda quarta-feira

Um abraço

viviana

BlueVelvet disse...

Que lindo, Isabel.
Tomara eu saber sonhar assim...
Beijinhos

Maria Emília Pires disse...

Mesmo com nuvens, chuva e vento, o Sol continua a brilhar. Está em nós sorrir para cada dia que se levanta.
Maria Emília - Anima Mundi

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Isabel linda,

Um beijo e um abraço bem apertado.

Gosto muito de ti, menina querida.

Rebeca


-

Margarida Fernandes disse...

Como dizia o poeta Sebastião da Gama:

"Pelo sonho é que vamos"

Beijinho

AFRICA EM POESIA disse...

com um beijinho ...

e com a certeza que sabemos para onde vamos e oque queremos


UNIÃO


Vamos dar as mãos...
Vamos juntar-nos...
Vamos pensar...
No nosso irmão...

Vamos unir-nos...
E pensar...

Que se cada um...
Deixar amar...
O coração...
De uma criança

Será outra vez Natal...

LILI LARANJO

Carla disse...

os sonhos são sorrisos transportados pelo arco-íris
beijo

Lilazdavioleta disse...

Isabel ,
todos sonhamos o mesmo , não só as crianças .
Até porque se fizermos por isso , a nossa nunca nos abandonará .

Um beijo,

Maria

poematar disse...

Belo fecho de poema: "e amanheceu num sorriso/ de um dia sereno". Tudo de bom.

Fátima André disse...

A correr, passo para deixar um beijinho repleto de sonhos e esperança num amanhã mais claro e colorido.
Bjos :)

Silvana Nunes .'. disse...

..........
Salve !
Em busca de leitores e de petrocínio para o meu blog, estou aqui para convidá-lo a conhecer "FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER...", em http://www.silnunesprof.blogspot.com
Professora e pesquisadora da cultura brasileira, acredito num mundo melhor com menos violência através do exercício da leitura e da reflexão.
O afeto e a educação continuam sendo o maior bem que podemos deixar para os nossos filhos. Com amor, toda criança será confiante e segura como um rei, não se violentará para agradar os outros e será afinada com o seu próprio eixo. E se transformará num adulto bem resolvido, porque a lembrança da infância terá deixado nela a dimensão da importância que ela tem.
Além disso, divulgar esse imenso país com suas belezas naturais e multiplicidades culturais têm sido outra de minhas metas, afinal ninguém pode amar aquilo que não conhece, não é verdade. Eu me apaixonei pelo Brasil aos 12 anos, depois de ler "O Auto da Compadecida", de Ariano Suassuna para fazer uma peça de teatro na escola onde estudava - Chicó foi o meu primeiro amor. Penso que falta ao povo brasileiro conhecer mais o seu país. Ultoimamente temos visto tantos escândalos na TV, dinheiro em mala, en cueca, em bolsa, escondidos até em meia...tanta gente passando necessidade e essa raça de políticos desviando milhões dos cofres públicos, deixando o povo a mercê da própria sorte. Uma total falta de respeito para com o seu país. Falta a essa gente o sentimento de pertencimento, afinal o Brasil ainda é o melhor lugar para se morar.
Bem, se você achar a minha proposta coerente, VAMOS TODOS JUNTOS NA LUTA POR UM MUNDO MELHOR.
Atualmente moro dentro de um pedacinho da Mata Atlântica, ruídos aqui só o canto dos pássaros, o Curupira,do Caruara, a Pisadeira ... vez por outra o Saci aparece aprontando das suas. Devido a localidade ser muito alta, o sinal que chega do meu 3G é muito precário, nem sempre posso estar online. Alé, disso tenho outro probleminha: os relâmpagos. Espero que compreenda as diversas limitações de quem escolheu viver no meio do mato e, na medida do possível, vou respondendo os e-mails que chegam e atualizando o meu blog FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... em http://www.silnunesprof.blogspot.com
Se você ainda não o conhece, dê uma chegadinha por lá, é só clicar no link em azul. Deixe para mim o seu comentário.
Que a PAZ e o BEM te acompanhem sempre e que os bons ventos soprem a seu favor neste ano de 2010 que se inicia.
Saudações Florestais !
Silvana Nunes.'.

Unseen Rajasthan disse...

This is a beautiful post with fantastic words ! I used the translator to read it and i am very happy to read it..Music on your blog is great.