segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Um baloiço no ar

Num baloiço me embalei
quis tocar as nuvens, e o céu
com o corpo me balancei
e com os pés lá cheguei.

Senti-me elástica e forte
ninguém me derrubaria
nem sequer a ventania
que na pele eu sentia.

As cordas eram velhas, desfeitas
mas agarravam meu corpo com firmeza

e nunca me deixariam cair
porque eu só queria subir,
e ver coisas nunca vistas
encontrar os meus sorrisos perdidos,
numa terra encantada
há muito já desfeita
mas que sempre desfrutaria
na saudade e na lembrança

da doçura de um beijo.


Isabel Cabral

23 comentários:

gaivota disse...

num baloiço a entrar noutros tempos já idos, o baloiçar da idade e da vida!
muito bonito, isabel
beijinhos

☆Fanny☆ disse...

Lindo poema cheio de ritmo e movimento!

ADOREI!

Beijinhos*

tossan® disse...

És então uma fortaleza cheia de doçura e poesia. Beijo

Contracena disse...

Olá Isabel. Espero que esteja tudo bem consigo e família.
Mais um verão a finalizar, mais um outono a chegar.
Mais um poema "de vida".

Beijinhos.

Tentativas Poemáticas disse...

Querida amiga Isabelita

Estamos todos a torcer para que a Isabelinha volte a baloiçar e a saltar à corda. Este seu belo poema dá-nos a força anímica necessária para esperarmos por ela, talvez depois de amanhã.

Beijinhos com ternura.
António

alegria de viver disse...

Olá querida
Muito linda sua poesia, um baloiço de fantasias felizes.
Com muito carinho BJS.

ematejoca disse...

BEM VINDA, ISABEL!!!

Também penso dar férias ao meu computador a partir do dia 27 de Setembro 2009.
Desta vez as eleições têm lugar na Alemanha e em Portugal no mesmo dia. Sei pouco do que se está a passar aí, mas tenho um enorme interesse do que se passa aqui, portanto só vou de férias depois das eleições, dando grande alegria à minha família, que detesta os meus blogues.

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

O beijo adoça os sorrisos os momentos frutíferos. Cada palavra sua é lida com muito carinho.

Lindo, menina linda.

Noite de luz!

Rebeca

-

Fátima disse...

Olá Isabel,

De passagem... um sorriso pelas boas recordações de infância.
:)

BC disse...

As melhores recordações Fátima, os melhores sorrisos, os mais verdadeiros os mais ternos, os mais doces, os inesgotáveis, os que nunca acabam!!!
:)S
Isabel

Licas disse...

Olá Isabelinha

Voltei!
Julgo que o fiz na melhor altura, porque logo me deu a possibilidade de voar até aos dias felizes da minha infância, hoje recreada um pouco no convívio com os netos.

Tenho pena apenas que o "esqueleto" não corresponda a 100% às suas exigências, mas ainda nesta férias consegui ensinar o mais velho a saltar à corda ... à corda dos nossos tempos de criança.

Espero a partir de agora continuar consigo este alegre e são convívio.

Até sempre
Licas

mundo azul disse...

________________________________


...doce é o balanço dos seus versos!

Bonito poema!


Beijos de luz e o meu carinho...


_________________________________

Marta Vasil disse...

Isabelita

Também aos poucos e poucos estou saindo desta inércia que me ataco.

Este "Um baloiço no ar" fez-me sentir saudades do tempo em que brincava num baloiço preso a uma árvore. Acreditas que este ano quebrei as regras de um parque infantil numa praia fluvial e andei umas quantas vezes de baloiço?
Posso dizer-te que os sentires que revelas neste teu poema (de que gosto muito), poderiam ser uma fotocópia dos meus?

Bom regresso e um grande beijinho de apreço

POEMATAR disse...

"tocar as nuvens e o céu" é sempre a utopia a ter em mente, para além da amizada como utopia realizar no hoje. O tempo de início de ano lectivo escasseia. Este ano trabalharei como formador em língua portuguesa, está a ser um arranque confuso e streesante, como sempre em PORTUGAL. Tudo de bom.

Isabel Preto disse...

Que linda imagem, cheia de sonhos no olhar, acompanha o poema sobre o qual já tudo disseram.
Mil beijinhos, Isabel.
Estava com saudades.

Carla disse...

sonho a doçura desta lembrança
beijo e bom fds

Vieira Calado disse...

E então, amiga?

"a saudade e na lembrança
da doçura de um beijo."


foram escritas com lápis e papel,

ou com computador?

(pergunta indiscreta...)


Bom fim de semana.

FOTOS-SUSY disse...

OLA ISABEL, MARAVILHOSO POEMA... ADOREI!!!
VOTOS DE UM BOM DOMINGO E DEIXO-TE BEIJINHOS COM CARINHO,

SUSY

Áurea disse...

Por ser um dos 10 votados
Entrei e cheguei aqui
Fiquei deliciada
Com a poesia que li

Também gosto de poesia
E pesquiso para aprender
Só é poeta quem gosta
Do que consegue escrever

Do que consegue escrever
Dizendo o que vai "lá dentro"
E às vezes desabafando
Ficamos com mais alento

Votado p´la Isabel
E votado com carinho
Passarei a visitar
E deixo aqui um beijinho

Áurea

Licas disse...

Olá Amiga
Passa pelo meu blog. Tenho lá um desafio para as minhas amigas virtuais. Passa a palavra.
Um abração
Licas

ARTISTA MALDITO disse...

Olá, Isabelita

Como é bom o balancé e sentir que se pode tocar as nuvens.

Feliz por poder visitá-la, muito feliz!

Isabelita, muitissimo obrigada pelas suas palavras e pela sua amizade.

Agora só espero poder continuar a visitar os blogs amigos normalmente, sem percalços.

Um beijinho muito grande:)))
Isabel

BC disse...

Seja benvinda Isabelita, não imagina como tenho estado preocupada com a sua saúde.
Espero que tudo tenha serenado.
Se precisar de alguma coisa é só enviar-me um mail quando quiser, e eu correrei, para isso servem os amigos.
Vamos falando entretanto ok.
Beijinhos e muitos :)S.
Isabel

João C disse...

gostei do baloiço e,sabes, não estamos sós.