quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Menino pobre



Deixemos a magia
descer neste Natal,
e senti-la em especial.
Acreditar em algo, num ritual.

É só acreditar num menino
que nasceu numa manjedoura,
numa terra bem longínqua.

Dormem as crianças
e sonham com histórias,
com as pessoas que amas.
Histórias vindas do pólo
de onde sai um trenó
de onde vem o Pai Natal,
numa missão especial.
Com as renas se apressou,
e na chaminé desceu,
era quase meia-noite,
e o menino junto ao seu cobertor
nele se encostou
e também ao Menino rezou.

Esperava expectante,
um som que o alertasse,
para a chegada já anunciada.

A neve lá fora caía,
o frio os ossos enregelava,
mas o coração estava quente,
longe trabalhava um duende,
para deixar o menino contente.

E o Pai Natal a volta ao mundo dava,
para alegrar cada criança,
no seu mundo de esperança,
e levar a cada criança um presente.

As mesmas reacções,
as mesmas sensações,
de um Natal
que é de todos nós
e o sonho tornar-se-á real,
se acreditarmos,
que o Natal está dentro de nós.

Isabel Cabral
NOTA:
Neste mês decidi que só publicaria essencialmente contos alusivos ao Natal, quer em poema quer em texto, salvo alguma excepção.
Esta quadra é de todos, mas essencialmente das crianças, por isso esta minha opção, "AS CRIANÇAS"

11 comentários:

ematejoca disse...

O "Espírito do Natal" como a Isabel o compreende, nao o tenho. O meu Natal, é um Natal pagao-cristao, como eu sempre o idealizei em crianca.
Curioso é, que o seu lindo poema descreve esse Natal, que está ainda hoje dentro de mim.

Posso usar a linda imagem, que me enviou? Obrigada!

BC disse...

Olá teresa, boa tarde, cheguei agora mesmo de Lisboa do Hospital, onde fui ver uma coisita com a Mariana (nada de grave mas chateia sempre).

Pois é o espírito do Natal, provavelelmente tem-no como eu , como eu digo no poema, o Natal está dentro de nós.

Quanto à imagem pode usar à vontade, eu tirei-a do google e como costumo personalizar dá sempre um pouco de tabalho, este ano ao contrário dos outros que enviava por mensagens de telemóvel, resolvi enviar por mail, penso que a google não se importa que tenha utilizado as imagens também utilizo no blogue, nem todas são tiradas de lá mas a maior parte é.

Já lá vai o tempo em que passava horas a enviar postais e depois a receber,(ou receber e enviar depois, conforme) para pôr em cima da lareira, mas a partir de certa altura, já ninguém fazia isso e eu também desisti.
Abraço
Isabel

Tentativas Poemáticas disse...

Olá Isabel
Passei para lhe deixar um beijinho e as melhoras da Mariana.
Desejo que já esteja tudo bem. Muito obrigado pelos bonitos presentes que me enviou.
Beijinho
António

mundo azul disse...

São belos cantos de Natal!

Ternos e sentidos, minha amiga...


Beijos de luz e o meu carinho!!!

Artista Maldito disse...

Boa-Noite Isabel

Hoje estive o dia fora de Portugal. Venho aqui dar-lhe um beijinho.

Sim, o Natal está em cada um de nós, e cada um tem as suas memórias de natais passados. A magia fica sempre cá dentro, um pouco de crianças ficará também.

Beijinhos com muito carinho,
Isabel

Teresa disse...

Espero que esteja tudo bem com a Mariana. Beijinhos para ela.

O meu Natal é mais o pagao, com àrvore, pai-natal, neve, presentes canticos de natal como este que estou a ouvir aqui. O da Isabel é o natal religioso. Isso era o que eu queria dizer.

Nao é esta imagem que quero colocar no meu blogue, mas sim o presépio, que me mandou por @.

Cheguei também há pouco tempo a casa, vim de Duisburg a morrer de frio.

BOA NOITE!

BC disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fátima André disse...

Um doce beijo para a tua princesa com votos de excelente recuperação. Para a mãe a serenidade de coração.

BC disse...

Olá Nuno!
Estou farta de dar voltas, não sei o que se passa com o teu comentário, fica moderado e não passa para o blog.
Já mudei de computador e não dá.
Provavelmente em qualquer altura aparecem mais de 20 com as publicações que eu já fiz.
Desculpa e aguardemos .
Isto já me aconteceu uma vez e depois apareceram vários comentários.
Beijo
Isabel

BC disse...

Teresa o meu computador anda esquisito hoje, não sei se viu em relação à imagem do presépio,pode levar à vontade, eu também achei muito bonito já mais gente ma pediu, mas como não é minha façam o favor, a imagem é da google.
Beijo
Isabel

BlueVelvet disse...

Sorte a tua que tens talento para só escrever sobre o NAtal durante um mês.
Fantástico este poema.
É bom que nos lembremos que tudo isto é pelo Menino Pobre, sim.
Beijinhos