segunda-feira, 13 de abril de 2009


AO POETA TUDO É PERMITIDO.
AS PALAVRAS SOLTAM-SE COMO O VENTO, E VOAM, VOAM, ATÉ ENCONTRAREM UM PORTO DE ABRIGO.
(unknown author)

12 comentários:

Helena Paixão disse...

É pena não se saber quem é o autor desta frase tão acertada. Concordo inteiramente com a ideia de que as palavras de um poeta são livres, tão livres que têm a capacidade de voar de coração em coração de quem os lê.

Bjocas :-)

BC disse...

Olá Helena,
eu por vezes leio as coisas e ficam-me na cabeça, e mais tarde não me lembro de alguns autores________quer-me bem parecer que até é de alguém conhecido, vou tentar indagar e depois digo-te-
Beijinhos
Isabel

Carla disse...

por isso a poesia é feita de sonhos
beijos

Maria Dias disse...

Concordo plenamente com o autor destas palavras!

Ah vim tem um convite esperando por vc no meu Avesso!

Te aguardo!

Beijos

Maria

Viviana disse...

Olá Isabel

Amo e admiro os Poetas.
Amo e necessito da Poesia.

Poesia e música...

Não sei como seria possível viver sem elas...

Fazem parte integrante da minha vida!

Obrigada, boa amiga por tudo o que me tem dado.

Um beijo

viviana

Jorge P.G disse...

E esse porto de abrigo é cada um de nós que o lê, completando-se então o poema.

Um abraço.
JorgeP.G.

Tentativas Poemáticas disse...

Olá querida amiga Isabelita
Há quem diga que sou sistematicamente do contra. Neste caso não se trata de ser do contra mas ser realista.
Ainda não me é permitida a liberdade de expressão para publicar o que bem entendo, pois corro sempre o risco de ferir susceptibilidades ou até ser mal compreendido.
Deveria concordar com esse poeta mas apenas posso dizer:
- Desejaria que assim fosse!
Beijinho com ternura.
António

gaivota disse...

e como é bom encontrar esse porto de abrigo... às vezes tão perto, tão mesmo em nós...
beijinhos

Teté disse...

Gostei da citação! Que nem sempre foi verdadeira, porque alguns poetas foram perseguidos noutros tempos...

Beijinhos!

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

As palavras voam, voam, e atravessam até oceanos, quando querem pousar na morada do nosso coração.

Beijo grande, BC.

Rebeca

-

Luis Portugal disse...

Olá Isabel
Como diz o ditado: "De poeta e de louco, todos nós temos um pouco"
E o porto de abrigo somos nós que o criamos, que no meu caso, sou um ponto de abrigo para tudo e para todos.
Um Bom Dia para a menina:)
Beijinhos

Diogo Rugeiro disse...

O mundo só por si já é abrigo sufeciente para mim!

Li algo há uns tempos a esta parte, permitam-me a adaptação:

Um dia viajarei por ai, conhecendo as fronteiras da minha casa :)