quarta-feira, 10 de junho de 2009

DIA DE CAMÕES




Amor, que o gesto na alma escreve,
Vivas faíscas me mostrou um dia
Donde um puro cristal se derretia
Por entre vivas rosas a alva neve.

A visita, que em si mesma não se atreve,
Por se certificar do que ali via,
Foi convertida em fonte, que fazia
A dor ao sofrimento doce e leve.
Jura amor, que brandura, de vontade
Causa o primeiro efeito; o pensamento
Endoidece, se cuida que é verdade.

Olhai, como Amor gera, em um momento
De lágrimas, de honesta piedade
Lágrimas de imortal contentamento.

LUÍS VAZ DE CAMÕES

15 comentários:

Viviana disse...

Olá Isabel

Belo poema de Camões.

Este eu não conhecia.

Amiga

Venho dizer-lhe que tem no meu blogue um prémio para si e para o seu blogue.
Por favor vá buscá-lo.
Isto, caso lhe interesse, claro.

Se o desejar atribuir a outras pessoas ou blogues, encontra lá as regras.

Tenha um excelente Dia de Portugal

um beijo

viviana

ematejoca disse...

DOIS POETAS ~ uma data ~
10 de Junho: o nascimento de um, e provàvelmente o dia da morte do outro.
Feliz Aniversário, Mariano Calado!
Um abraço de parabéns da Teresa de Düsseldorf

Nilson Barcelli disse...

Fizeste uma excelente escolha para o dia.

Querida amiga, bons feriados.
Beijo.

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA ISABEL, BELA POSTAGEM AMIGA, ABRAÇO-TE COM MUITO CARINHO,
FERNANDINHA

poematar disse...

Fizeste bem em divulgar Camões; nunca é demais. Com a macacada das "7 maravilhas", o que daria muito que falar, até quase se esquece o imortal Camões. Pois,às vezes até apetece gritar, fisicamente, por vezees a cntenção é tanta que, depois, elevar a voz ou gritar, dói... Que raio... Tudo de bom. Beijinhos.

Compondo o olhar ... disse...

camões, sempre camões!!! este poema em especial ,não conhecia. muito lindo, amei!!!

tem selinho para vc no meu blog. dá uma olhadinha lá.
bjocas

Multiolhares disse...

Camões grande homem como tantos que tem feito história no nosso País,
pena que tenha de ser só depois de mortos que se lembrem deles

Namastê

Carla disse...

beo poema que eu desconhecia

dizer-te também do meu livro...In-finitos sentires que vão ser desenhados em papel. O lançamento é no próximo dia 27 de Junho, às 16 horas na Biblioteca de Valongo (Porto)...aparece se puderes
beijo

BC disse...

Obrigada pelo teu convite Carla.
Adoraria, até lá quem sabe se poderei, a minha vida é um pouco ocupada e depois estou em Cascais, agora não é longe até porque tenho a maior parte da minha familia
materna neste momento toda no Porto.
QUEM SABE????Veremos se conseguirei
nessa altura e se estarei por aqui nessa altura.
DE QUALQUER MODO OBRIGADA MAIS UMA VEZ
Beijinhos
Isabel

Joana Carvalho disse...

Olá amiga Isabel!! Venho deixar-lhe um grande beijinho e dizer-lhe que nunca me esqueço de si, apesar da minha ausência ultimamente... mas como estou na Madeira, tenho tentado aproveitar ao máximo, e pouco é o tempo para vir ao computador, pois também estou cá a fazer estágio. Beijinho grande

Contracena disse...

Olá Isabel!
Passo..., para deixar um abraço!

Beijo.

ARTISTA MALDITO disse...

Olá Isabelita

Sempre Camões, mesmo fora do seu dia oficial, ou sobretudo lembrado nas escolas que é uma pena ter sido um pouco esquecido nos programas escolares. Mas ainda há quem resista e não o deixe no esquecimento.

Beijinhos
Isabel

Nilson Barcelli disse...

Isabel, como não publicaste ainda nada de novo, deixo-te 2apenas" o desejo de uma boa semana para ti.
Beijo.

licas disse...

Olá Isabelinha
Vim aqui num oé para ie noutro apenas para desejar-lhe um bom dia.
Chegui hoje, mas partirei no sábado para gozar umas férias no mar.
Quando regressar farei uma breve pausa e seguirei para a aldeia, onde me desposarei os computadores.
Mas ainda cá volto rdya semana!
Beijinho Licas

Fragmentos Betty Martins disse...

._________querida Isabel



quando se diz Camões



__________nada mais



é



preciso dizer!







_________________///







beijO______ternO
bSemana