sexta-feira, 5 de junho de 2009

SONHO ANTIGO


... Era um pedaço de cortiça, feio.
Mas eu vira fazer barcos tão lindos
de pedaços de cortiça como aquele!

_ E eu não tinha nenhum barco pra brincar
como os outros meninos, lá na praia...

Apertei-o nas mãos, livres de escolhos,
olhei-o bem nos meus olhos,
moldei-o bem na minha alma
onde ardiam desejos como círios,
e as lágrimas do menino
_ mais brancas que a cor dos lírios,
mais puras do que as asas de anjos_
deram vida ao sonho antigo e sempre novo!
E aquele pedaço de cortiça, feio,
num sonho se transformou
em barco lindo _ como eu nunca vira! _
com asas de anjos por velas
e, por bússola, as estrelas!

E, nessse dia,
apertei-o nas mãos,
olhei-o bem nos meus olhos,
moldei-o na minha alma,
_ e fui com o meu barco para a praia,
brincar, com os outros meninos...

Mariano Calado in "Raízes de Maresia"

Desenho Calado Mateus

OBRIGADA PAI, OBRIGADA TIO JOÃO MARIA, PELOS SONHOS QUE NOS DERAM, E
CONTINUAM A DAR A OUTROS MENINOS!!!

11 comentários:

Viviana disse...

Olá Isabel,

Muito belo este poema do seu pai.

Um beijo, amiga

Viviana

Marta Vasil disse...

Isabelita

Um sonho num poema de sonho.
Um fim de semana de muuuuuuuuita alegria. E sem chuva..

Beijinhos

Multiolhares disse...

Nós precisamos de sonhar, mas as crianças não podem deixar os sonhos perdidos.

Namastê

Fátima André disse...

É delicioso este sonho.
Beijinhos :)

licas disse...

Isabelinha

Que bom ter um pai, especialmente se ele transmite tanta serenidade e carinho.

Com um pai presente e assim, não devem existir núvens na sua vida que perturbem este clima.
Viva Feliz
Parabéns!
Beijinhos
Licas

Contracena disse...

Tocante, o versejar do seu pai!

Beijo.
Fátima

Contracena disse...

Isabel, para lhe dizer que em relação ao "Drive In", o problema não é seu, era meu.
Não dei por isso, mas avisaram-me em comentário numa publicação anterior.
Obrigada pelas suas visitas. É sempre bem-vinda!
Eu não iria pensar que seria uma desculpa da sua parte! A sério!

Beijinho.
Fátima

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Isabel,

Moldar sensibilidade na nossa alma é grandioso... e isso você molda lindamente.

Beijo grande, menina linda.

Rebeca

-

Licas disse...

Olá Isabelinha
Mais bem dispostita?

Por favor vai ao meu blog buscar um miminho para ti,
Beijinhos
Licas

ARTISTA MALDITO disse...

Isabelita, já sabe que gosto imenso dos poemas do seu Pai, são cheios de serenidade, tudo transformam em sonho e neles navega-se na calmaria de dias embrulhados em suavidade e doçura.

Vou ao meu passeio pela marginal, preciso de reagir e sair da "toca".

Beijinhos
Isabel

ematejoca disse...

Já li o poema do seu pai várias vezes, até o li alto à Ema, que esteve muito atenta a ouvi-lo.

***********************************

Escolher cinco situações da vida para passar em câmara lenta!!!