terça-feira, 17 de novembro de 2009

A TOLERÂNCIA

EM RESPOSTA A UM DESAFIO LANÇADO PELA LICAS SOBRE A TOLERÂNCIA TOLERÂNCIA
1 -Para mim as coisas da vida devem ser encaradas com simplicidade, serem directas, frontais e todos nós temos o dever, a obrigação de aceitar e respeitar as convicções de cada um, as suas verdades, que podem não ser as nossas.
As opções de cada um, que podem não ser as nossas convicções, as nossas verdades.

O prémio NOBEL DE LITERATURA em 1990, Octávio Paz, no seu livro "itinerário"admite o relativismo com grande benevolência, ao escrever, deu-nos muitas coisas boas e a melhor entre elas foi a "TOLERÂNCIA", o reconhecimento do outro.

2 - Ser intolerante é não respeitar os outros, não aceitar a diferença, seja ela qual fôr.

3 - Tenho dificuldade em não ser uma pessoa tolerante em determinadas circunstâncias, mas tento comportar-me à altura, para que isso não aconteça, e ser mesmo TOLERANTE SEMPRE

"NÃO EXISTEM VERDADES ABSOLUTAS"

Isabel


3 comentários:

Fátima disse...

Bom dia Isabel :)

Não gosto da expressão relativismo... por esta porta entram muitos males... só esta expressão daria um tratado.

Quanto a mim tolerância é uma atitude de abertura, de disponibilidade:

- para acitarmos os nossos erros e limitaçõs;
- para nos criticarmos;
- para aceitarmos o outro como ele é, mas com capacidade fundamentada para o criticarmos;
- para aceitarmos que os outros nos critiquem.

Tolerância decorre, assim, do reconhecimento de que erramos.

Por isso, a tolerância implica:
- modéstia;
- honestidade;
- diálogo.

Escrevi em tempos idos um texto sobre esta matéria. Reflecte o que penso sobre este tema e que pode ser lido com maior desenvolvimentosaqui:

http://revisitaraeducacao.blogspot.com/2007/11/educao-para-tolerncia-equvocos.html

ematejoca disse...

Pois é, Isabel, a verdade é, que deveríamos ser todos mais tolerantes, em tudo, e é que não somos... mas uma sociedade só com pessoas tolerantes devia ser horrível!!!
Acho, que ter tolerância com a Humanidade é muito mais fácil, do que com a família: a Humanidade não a tenho a toda a hora a chatear-me como tenho os meus rebentos e o meu cara metade!

Vieira Calado disse...

É uma verdade absoluta!

Não existem verdades absolutas.

Quero eu dizer:

Há uma!

bjs