sexta-feira, 25 de julho de 2008

Cantarei




E foi este o mote do meu blogue:

Formar uma "Cidade de Afectos"

Espalhar Sorrisos

Dizer Palavras

Brincar com as crianças com pequenos poemas

Fazer Amizades

Lutar pela Paz

Lutar contra a diferença

Lutar pela indiferença

Seguir por uma estrada de Aguarelas

Espalhar a Música

Fazer um mundo diferente

Não sei se consegui mudar alguma coisa, mas tentei, pelo menos ficou uma caixinha de afectos.

Deixo-vos com a música que diz tudo, e será esta música que eu cantarei, porque cada vez seremos mais onde quer que nos encontremos.

E como sempre gostei de pintar as palavras, ficam pintadas com as cores do "Nosso Mundo"

O AZUL E O VERDE - O MAR E A TERRA

Isabel Cabral

Um blogue de palavras, de afectos, e muito amor à mistura

Ficará para sempre dentro de mim!!!!





11 comentários:

Viviana disse...

Formar uma "Cidade de Afectos"...

... O AZUL E O VERDE- O MAR E A
TERRA.

E conseguiu!

Conseguiu sim!

Que o digam os que vêm aqui como eu.

Olhe Isabel, agora sou eu que "não consigo sorrir"... e que sinto um um sabor a sal a escorrer - me pelo rosto...

Até sempre, amiga

um beijo

viviana

RENARD disse...

Querida amiga:

A minha parte adulta diz-me que cada um traça o seu caminho e, sei que nunca me deixará independentemente de escrever ou não no blog.
Mas a minha parte de miúda mimada faz-me chorar porque náo quero deixar de ler a minha BC todos os dias!
Nunca esquecerei que foi a primeira a estender-me a mão. Jamais esquecerei isso!
Criamos os laços porque a Isabel me conquistou e à minha amizade.
Gosto imenso de si. You've got a friend! Never forget our song my dear!

Um grande sorriso da sua raposa de estimação

RENARD disse...

Passe pelo meu blog... Tem lá uma coisa para si...

Beijos

Fátima André disse...

Querida Isabel,

Nem sempre conseguimos explicar por palavras os sentimentos, mas a Isabel tem esse dom natural. Parabéns! Acho que deve aproveitá-lo SIM para outros voos.
Os laços estão criados e esses ninguém poderá saqueá-los dos nossos corações.
Também regressei para agraciá-la de uma forma singela mas merecida. Espero que goste da surpresa que lhe deixei no meu blog.
Os meus sorrisos :):):)

Fátima André disse...

Querida Isabel,

Nem sempre conseguimos explicar por palavras os sentimentos, mas a Isabel tem esse dom natural. Parabéns! Acho que deve aproveitá-lo SIM para outros voos.
Os laços estão criados e esses ninguém poderá saqueá-los dos nossos corações.
Também regressei para agraciá-la de uma forma singela mas merecida. Espero que goste da surpresa que lhe deixei no meu blog.
Os meus sorrisos :):):)

Marta disse...

Durante muito tempo, não consegui olhar em frente....tinha os olhos sempre inchados de tanto chorar...
Abri o blog a medo, mas este ajudou-me a encontrar-me, a conhecer-me e deu-me também afectos..
Obrigada pela companhia, pelo carinho...Boa sorte e passe por aqui para matar saudades...
Beijos e abraços
Marta

1/4 de Fada disse...

Vou ter muita pena de não te encontrar aqui, com os poemas tão belos e sentidos e as emoções que sempre se espelharam tão bem.
Beijinhos.

Multiolhares disse...

Tenho muita pena se partires, criamos afectos ,
Pessoas que mesmo virtuais são verdadeiras e nos entram em casa diariamente,
Mas todos precisamos do nosso tempo,
Só te posso dizer que o que pensaste pata o teu
Cantinho foi conseguido, espalhaste ternura, amizade, afectos

Deixo beijinhos ternos, e aguardo que possas voltar

Teresa disse...

Minha querida Isabel:
Nao estou a compreender o que se está a passar. O que significa esta partida? Habituei-me de tal maneira a si e aos poemas, que nao quero acreditar que nos deixa.
Vinha aqui para agradecer o poema do seu pai que deixou no meu blogue, e encontrei uma espécie de despedida.
É-me impossível, por agora escrever mais alguma coisa. Estou muito triste e sem sorrisos.

Teresa disse...

Minha querida Isabel:
Sem o seu consentimento publiquei o poema que me deixou. Espero que nao se zangue, pois considerei-o uma oferta sua para mim. Desculpe também tratá-la por "tu", mas foi a amizade que sinto por si, que me obrigou a isso.
Veja, por favor, os meus 3 blogues.
Mesmo que num deles nao compreenda a mensagem.
Saudacoes para o seu pai. Dentro de dias vou receber o livro dele.
Um beijinho para o Goncalo, Diogo e Mariana.
Desejo-lhe as maiores felicidades ao voar para outros horizontes.
A Carmo diz, que nos vai aparecer com um livro de poesia, cá esperamos ao livro e a si, com a maior ansiedade.

Um grande abraco de amizade, e nunca mais a vou esquecer.

Teresa disse...

"A melhor maneira de se ser feliz é contribuir para a felicidade dos outros."
Confúcio

Querida Isabel,
Mesmo quando uma despedida é coisa muito triste, estou feliz consigo e dou-lhe todo o meu apoio para o seu novo caminho.
Leia os meus blogues. A rosa é de Sylt e é especial para si.
Um dia ainda nos havemos de encontrar. Talvez no Porto, na Fnac, na apresentacao do seu livro de poesia.
As palavras da Renard no texto "Á Minha Tribo" sao as minhas.

Mil sorrisos de Düsseldorf para o Alentejo e para si.