sábado, 23 de fevereiro de 2008

Coração

Quando se é mãe o coração sai do peito,
e nunca mais entra...

Mas ser mãe é a coisa mais sublime que existe
É amar e ser amada....

2 comentários:

João Vasco disse...

Sem dúvida. :) Também gostei muito dos seus textos.

anami disse...

Querida Be

Quantas verdades saem desse teu grande coracao ... de esposa e de mae...
Beijinhos desde longe
Ana Miranda