terça-feira, 9 de setembro de 2008

Regresso-Acabaram as férias





Uns chegam, outros partem, o vazio instala-se no meio de uma música interrompida de segundo, em segundo.
O cansaço é complicado, quando existe muita gente, mas quando todos se vão, fica o silêncio monstruoso de uma noite fria em que não apetece sorrir, falta-nos sempre algo, completa-se, como a música interrompida, num salão de baile, onde a orquestra pára abruptamente.
Abri a porta e vi uma estrela cadente, não tive tempo de pedir um desejo de tão rápida que passou, mas teria tantos desejos ocultos, que não teria tempo de os formular todos.
E, eu sei que esta noite fria vai custar a passar. Onde estão as coisas que deixei para trás?
Como eu hoje precisava de conseguir pintar as palavras, mas as cores não estão perto, andam a pintar outras palavras, outras frases, outros versos, outros textos, que não os meus
NÃO HOJE.
TALVEZ AMANHÃ!!!!!

Esclarecimento:


Não estava previsto um regresso tão breve, mas aconteceu.
Tenho recebido mails tanto de bloguistas, como particulares (de amigos), a perguntarem se tenho outro blogue, porque haveria de ter (eu não me escondo atrás de nada, nem nunca me escondi).

Pedidos para regressar, muitos.
Como é óbvio não vou adiantar muita coisa, nem as razões porque me afastei.
Não saí por querer mas porque fui "forçada", a tomar essa decisão, não iria criar outro blogue , detesto anonimatos, a não ser que sejam estritamente necessários.
Continuo a bailar pelas mesmas praias, nas mesmas areias, nos mesmos mares.
O meu sorriso é o mesmo, nunca mudou, mesmo quando as coisas possam não correr tão bem, para os outros o sorriso nunca se perde, é imprescindível.
As cores continuam as mesmas. As cores que me aquecem, com as quais eu pinto o mundo à minha maneira e como posso, sempre com uma finalidade, estar do lado do mundo, dos mais fracos, dos que precisam de ajuda, bem atenta a tudo o que se passa à minha volta, ter amigos verdadeiros, dar a mão, ajudar quem se encontra ao meu lado.É ESTA A MINHA POSTURA NA VIDA E ESPERO NÃO MUDAR NUNCA.
Cheguei como "SLETRAS "caminhei como " SLETRAS" e prosseguirei como "SLETRAS".

Para quem fôr realmente amigo e gostar das minhas palavras, da minha escrita, a porta esteve e estará sempre aberta. Demonstrei transparência e continuo a sê-lo a Sletras sou eu, eu sou a Sletras, sem uma vírgula a mais ou a menos.

A MINHA ESCRITA SOU" EU", BÉ, ISABEL, BC, SLETRAS. COMO QUEIRAM.
QUATRO NUMA SÓ.

Isabel Cabral

21 comentários:

Kleine Hexe disse...

Bem Vinda =)
Finalmente!!! Não te conheço e já tinha saudades tuas...ainda bem que viste a falta que fazes a muitaaaaaaaa gente!
Caminhante, para a frente se faz o caminho =)

Beijinhos Tribais =)

Fátima André disse...

Amiga, esta é a maior alegria que recebi no dia de hoje e nos últimos dois meses :))
Não sei expressá-la por palavras, as emoções são demasiado fortes.
Bem Vinda!
As tuas palavras são meu alimento e esta casinha já é a minha casinha também.
Beijinhos e Sorrisos Tribais :))

Viviana disse...

Querida isabel,

Que saudades que eu tinha das suas palavras!

Como diz, as palavras são a Isabel!

Logo, eu tinha saudades da Isabel.

Seja muito bemvinda!

Conte connosco.

Aqui estamos para o que der e vier.

Um abraço carinhoso
Viviana

RENARD disse...

Minha querida Isabel:

Muito raramente choro de felicidade. Só me lembro de o ter feito uma vez na vida! E hoje quando vi o seu regresso...
Como é possível sentir tanto, tanto num mundo virtual onde não existe toque, cheiro ou contacto visual?!
Há tempos ter-me -ia sentido envergonhada de dizer que chorei perante uma coisa que, a outras, parecerá tão banal!
Mas choro!
Adoro-a BC, BÉ, Isabel, SLetras...

Um beijo cheio de afectos tribais

1/4 de Fada disse...

No meu passeio diário, costumo passar por aqui, nunca sabendo se me espera uma boa novidade... Boa estrela te trouxe, minha amiga, em boa hora te ilumine o caminho, para que continues com esse sorriso de que gostamos tanto, a colorir a tua e as nossas horas. Bom regresso!

Marta disse...

E, que bom que é estares de volta...
Voltares a pintar palavras, a vibrar com elas e deixar-nos uma mensagem calorosa, cheia de amizade...
Obrigada pela visita...
Beijos e abraços
Marta

Teresa disse...

Nunca perdi um amigo a nao ser por morte. Nem sei como se pode perder amigos de outra maneira.
Há ausencias, mas a amizade prevalece.

Como todos estamos felizes com o seu regresso, Isabel.
Bem, eu sei que voltava desde o dia 6 de Setembro, mas mesmo assim ainda me faltam as palavras para exprimir o que sinto.

Saudacoes de Düsseldorf!

Fátima André disse...

Bé,
quando puderes passa pela minha sala de aula. Deixei lá um SORRISO para ti que podes levantar... para animar o arranque de ano, pós-férias.
Beijinhos e Sorrisos Tribais :))

BlueVelvet disse...

Isabel,
ouvi falar muito de si à minha amiga Fa e também sabia que a Fada era daqui.
Só que quando cá cheguei, já se tinha ido embora.
Portanto, agora que voltou, cá virei lê-la.
Veludinhos azuis

Raul Martins disse...

E venho de mansinho dizer-te: bom e feliz regresso. Fazes falta.
.
Carpe diem!

BC disse...

E, como disse a BC, a Isabel, a Sletras, a Bé, são a mesma pessoa, aqui, e em qualquer lugar.
Fico muito feliz com as pessoas que não se esqueceram de mim, os novos que ainda não conheço e peço desculpa, aos mais antigos, como li algures as ausências prolongadas fazem-nos sofrer, os amigos fazem-nos falta, e como eu percebi isso tão bem durante este tempo de grande reflexão,de grandes conversas com outros amigos,mas a decisão de voltar estaria sempre nas minhas mãos, e percebi que vocês me fazem falta
também.

Daqui queria fazer um pedido, porquê, existirem coisas imcomprensíveis, nós só queremos escrever e partilhar uns com os outros a nossa escrita, os nossos poemas, os nossos textos.
Que bom sermos todos amigos, mesmo virtuais, um dia teremos oportunidade de nos conhecermos e percebermos que algumas pessoas provavelmente não eram aquilo que nós esperavamos, mas outras são iguais, iguais ao que demonstraram durante tanto tempo.

Beijos para todos
OBRIGADA
CONTINUAREI A ESCREVER PARA VOCÊS
Isabel Cabral

Teresa disse...

Nunca soube a razao da sua ausencia, Isabel, mas o que importa é, realmente, estar de volta para a POESIA, e nada mais.

Saudacoes de um Düsseldorf cheio de sol!

Storinha disse...

Olá! Já me tinha perguntado o porquê de não teres nunca mais adicionado nada o teu blog que gosto muito de visitar. Sejas bem regressada!
Continua a seres como te achas bem... a nossa essencia é o que temos de melhor!
Beijinho

f@ disse...

Mto feliz com o teu regresso... vem vi as nuvens com tão branco colorido a pureza...
beijinhos das nuvens

RENARD disse...

Olá minha linda Isabel:

Obrigada pelo reconhecimento do meu "Te-ato" do coração. Se quiser fazer como a Teresa e por o logo e o link no seu blog, esteja à vontade. O que estes pequenos grupos precisam é de divulgação do bom trabalho que fazem e a perserverança deles deve ser premiada.
Prometo que um dia vamos as duas ver um peça e que vai adorar...

Um beijo grande

Mauricio disse...

Querida BC,

Sinto como você cresceu (risos).
Ainda ontem me perguntavas se o termo SLETRAS possuia algum outro significado aqui nesta terra de além mar lembras?

Eu sou o "verme do canteiro" como tu me chamavas. Troquei de canteiro, mas continuo verme... (risos)

Passei pra te dizer que muitos dos teus textos comovem-me. E eu sempre soube, desde o início, que por trás das palavras escritas estava a amiga distante, BC.

Que Deus abençoe toda a tua família: esposo, filhos, netos e amigos. Porque sei que uma pessoa que escreve assim seus sentimentos é cercada pela família e amigos.

Ou não...

Foi bom ter voltado!

Do amigo Mauricio Moreira de terras d'além mar para BC

BC disse...

Oi Maurício!
Por incrível que pareça ainda ontem falei de si, o que é feito de si? realmente o meu primeiro ,ou dos primeiros comentadores foi você e tenho saudades desse tempo.
E PUS AQUI UM BOCADINHO DO MEU MAU BRASILEIRO EM ACÇÃO.
Como pergunta a familía está bem graças a Deus, só não tenho netos osfilhos não são casados), também não me importava.
Como ve muita coisa evoluiu, para positivo, a minha escrita foi bem aceite e continuei, talvezpublique algo dentro em breve, uma ideia que ainda tem que ser amadurecida.
Um beijo da ainda BC PARA OS MAIS ANTIGOS DESTAS LIDES DA BLOGOSFERA.
Fique bem por por Terras de VERA Cruz.

BC disse...

Oi Maurício!
Por incrível que pareça ainda ontem falei de si, o que é feito de si? realmente o meu primeiro ,ou dos primeiros comentadores foi você e tenho saudades desse tempo.
E PUS AQUI UM BOCADINHO DO MEU MAU BRASILEIRO EM ACÇÃO.
Como pergunta a familía está bem graças a Deus, só não tenho netos osfilhos não são casados), também não me importava.
Como ve muita coisa evoluiu, para positivo, a minha escrita foi bem aceite e continuei, talvezpublique algo dentro em breve, uma ideia que ainda tem que ser amadurecida.
Um beijo da ainda BC PARA OS MAIS ANTIGOS DESTAS LIDES DA BLOGOSFERA.
Fique bem por por Terras de VERA Cruz.

Meditolândia disse...

Oh amiga de terras distantes!
Eu me lembro bem! Sim!

Estou tentando caminhar como posso.
Estou tentando (re)abrir um novo blogue no momento... (risos)

Fiquei alegre por ti ao ver que teu blogue foi avante!

Pois voltarei a visitar tua escrita!
É também uma forma de matar saudades de minhas raízes como sabes...

Também visitei Suzana Xavier e ela está crescendo: em tamanho e talento! Outra menina que tem talento! Escreveu-me recentemente e fiquei feliz reencontrá-las tão bem!

Lembro-te quando pedias um incentivo bem no início. Nem posso acreditar! E fico tão feliz quando lembro!

A vida é cheia de surpresas. E esta foi muito agradável! Muito mesmo! Foi um verdadeiro presente reencontrá-las.

Nos dias em que vivemos com tanta brutalidades encontrar pessoas como vocês é uma verdadeira bênção de Deus!

Fique bem! Voltarei a visitá-los!
Paz para tua família inteira!

do amigo distante,
Mauricio Moreira

Meditolândia disse...

Ah BC esqueci de dizer-te:

Quem disse que tu não tens outros filhos e netos?

Olhe bem para tu blogue e tente me convencer do contrário...
(risos)

Fique bem e com Deus!
Mauricio Moreira

Anónimo disse...

Querida prima,
Fiquei assustada com a tua ausencia... tal como te disse na curta visita que te fiz ha uns meses: nunca deixes de seguir os teus sonhos ... e pelo que vejo e muito me alegra o teu vai criando raizes e amigos por todo o mundo
Beijinhos da prima Ana