quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

Apenas um sorriso

Na alvorada,
de um novo dia
amanheci,
e foi aí que percebi
o quanto cresci.


Com todo o mundo
me envolvi,
e nesse envolvimento
tanto eu aprendi.


Olhei bem no fundo,
e num profundo
e maravilhoso encantamento
para todos sorri.


E foi nesse sorriso,
que tudo começou,
no sorriso senti afecto,

e a mão se desdobrou,
como se fosse um anjo,
como se fosse uma estrela,
e como anjo voei,
e como estrela brilhei.

Mas não era um anjo,
mas não era uma estrela,
era um simples mortal,

que no fundo só queria afinal
andar e ir bem longe.

E foi esse sorriso,
que me levou em frente
e com o mundo partilhei
mas com o mundo
também chorei
a dor de toda a gente
que na pele sente
o sofrimento,

mas que também

consegue sorrir.


Isabel Cabral



20 comentários:

Artista Maldito disse...

Como assim Isabel? Então vamos ficar sem o seu sorriso e sem a sua doce companhia?

Vamos lá, queremos muitos mais sorrisos amigos. Estou em crer que vou continuar por muito tempo a vir aqui, senão também vou embora.

Beijinhos e não nos prive deste cantinho de poesia e sorrisos amigos,
Isabel

Licas disse...

Isabel

Passados quase 40 anos nos reencontramos e agora vamo-nos deixar de falar?
Acredite que tenho muita pena. Gostava de a ler e de sentir o seu apreço pelo pouco que escrevo no meu blog.
Não sei porquê, vou sentira sua falta, acredite!
Já tive ao longo dos anos muitas perdas, não gostava de ter mais uma.
Volte!
Já há pouca gente hoje em dia com a sua sensibilidade.
Obrigada por ser quem é!
Um abraço
Isabel (licas)

Viviana disse...

Querida Isabel,

Que delicioso poema, amiga!

Ai! como o gostei de ler e sentir...

Eu sei que aquelas palavras só podiam sair de um coraçãozinho igual ao seu!

Quanto afecto e carinho eu pude perceber e receber!...

E tem sido assim desde que a Isabel aqui apareceu.

Já sabe o quanto eu a admiro e quanto a estimo e quanto agradeço a Deus por si e por a sua vida, por a Isabel ser quem é...

Foi das pessoas mais lindas que encontrei na vida!

Agora, quanto á sua decisão:

Respeito-a totalmente. minha boa amiga.

A Isabel saberá por certo o que será melhor para si.

Deve ter os seus motivos.

Mas que vamos sentir a falta,se fôr... vamos.

Oro para que Deus a ajude a decidir da melhor maneira.

Lembre-se:

Aqui por cima da minha janela, "mora uma estrela chamada Isabel," com quem converso muitas vezes...

È a estrela Isabel.
E assim ficará para sempre...

tenha um lindo dia, com muitos sorrisos.

um beijo

viviana

anareis disse...

Estou fazendo uma campanha de doacões para montar uma minibiblioteca comunitaria na minha comunidade carente aqui no Rio de Janeiro,preciso da ajuda de todos.Doacões no Banco do Brasil agencia 3082-1 conta 9.799-3 Que DEUS abencoe todos nos.Meu e-mail asilvareis10@gmail.com

BC disse...

Isabel e Licas,desculpem não vos ter respondido ontem, ou pelo menos ter-vos dito alguma coisa, dado uma justificação pelo menos, os amigos merecem, aqueles que aparecem como vocês.
Como podem ver tirei a frase,não estava nem estou com certezas de nada.

Neste momento ando cansada e com prioridades mais importantes na minha vida, e o tempo é pouco.

Por outro lado sinto que existem alturas que precisamos parar, e de tempos a tempos eu preciso desse tempo.
Estou cansada das palavras, das minhas palavras e quando isso acontece o melhor a fazer é dar tempo.
Os amigos, e isso já aconteceu uma vez ficam sempre, mas como sou um coração mole vocês ajudaram-me a tentar mais um pouco para não me vir a arrepender depois, porque se acontecer agora não há volta possível dissso tenho a certeza.
Não há nada de grave mas os filhos precisam de nós, de mais atenção mesmo sendo já crescidinhos e o blog tira-me algum tempo.
É fácil tirar um poema, escrever uma frase, pôr um boneco, mas escrever todos os dias, ou quase todos um estúpido poema da minha autoria cansa e manter o ritmo não é fácil.
Por vós, e só por vós porque apareceram eu vou tentar um pouco mais, ajudaram-me a decidir durant a noiteve alguém que falou comigo hoje de manhã, para continuar.
Obrigada e beijinhos para as duas amigas
Isabel

BC disse...

Desculpem mas estão algumas palavras juntas, mas vocês percebem.
Até logo
Isabel

BC disse...

E eu quero conhecer-vos pessoalmente acho que isso também vai ajudar.
Isabel a ida ao Porto está próxima e vamos tomar um café.

BC disse...

Enfermeira Viviana, não sou eu a estrela de certeza.
Porque será que as suas palavras me comovem sempre.

Por si também,e pelas suas palavras
eu lutarei mais algum tempo.

De facto no Alentejo continuo a falar consigo porque o céu está sempre estrelado mesmo em dias de neblina.
POR RESPEITO A VOCÊS EU CONTINUO, DEVO-LHES ISSO E SE AS PALAVRAS FALHAREM ALGUM DIA PERDOEM-ME, MAS HÁ DIAS QUE NÃO CONSIGO CONTINUAR.
Beijinhos para si SENHORA ENFERMEIRA, com todo o respeito.
Isabel

Anastácio Soberbo disse...

Olá Isabel
Ena, eu que entrava para lhe agradecer a força enviada e deparo-me com outras pessoas lhe dando força. Pela parte que me toca, agradeço a sua simpatia e respondo que ainda não fumo e tudo farei para não voltar a fumar. Em relação ao afastamento da Isabel, bem... eu opinava uma (férias) retemperantes e uma possível reentrada com mais pujança, que acha?
Eu entendo que, quando uma pessoa, neste caso são várias a pedir para não se afastar, é sinónimo de vontade de a terem por perto. Contudo terá de ser a Isabel a avaliar.
Um beijo com amizade para a senhora e que tenha um bom fim de semana.
A. Soberbo

Licas disse...

Obrigada Isabel!

Cada vez mais o encontro de AMIGAS é importante e julgo que só o simples facto de "VIR" e dar o seu olá reconforta quem dele precisa.
Ás vezes, mesmo que invoquemos palavras de outras pessoas, estamos a deixar transparecer o que nos vai na alma e sem tanto esforço chegamos aos outros com igual força.
Descanse um pouco os seus pensamentos e escrita, mas apareça e diga-nos apenas o que lhe apetecer de momento. Não pense como!
Diga apenas e pode ter a certeza que todos nós lhe agradeceremos e continuaremos a segui-la. Quando vier ao Porto o tal café será uma honra.
Um abraço
Isabel(Licas)

Artista Maldito disse...

UAU, QUE BOM VOU CONHECÊ-LA ISABELITA!

Nem sabe como fico feliz.

Beijinho grande e fez bem em continuar,
Isabel

Multiolhares disse...

Nada como um sorriso para aliviar o sofrimento, nada como um sorriso
para tornar a vida mais leve
beijinhos

Betty Branco Martins disse...

._______querida Isabel




_____um sorriso



uma luz para a alma



_______...



assim é este seu poema:=)









beijO______ternO

Artista Maldito disse...

BOM DIA Isabel

Hoje é só mesmo para lhe desejar um bom-fim-de-semana, com muito sol.

Beijinhos
Isabel

Marta Vasil disse...

Bonitas palavras Isabel. O crescimento e os sorrisos de mãos dadas. A cumplicidade com os outros no que a vida lhes entrega.

Um sorriso pela pessoa maravilhosa que deves ser.

MV

Joana Carvalho disse...

Olá Isabel!! Espero que sempre continue a escrever por cá... Já me apeguei a este seu cantinho, que é fantástico. Li alguns dos comentários...e apercebi-me de uma possível vinda ao Porto?! Eu estou por cá... :P
Antes de deixar um beijinho, adorei mais este seu poema...
Beijinho

poematar disse...

Um sorriso contém momentos de excelência. Tu possuis desses momentos. Vai ficando por aqui. Tudo de bom.

Marta disse...

Um sorriso dado com alma....
Tudo começa realmente com um sorriso e mesmo que haja lágrimas, consegue superar o sol....
Lindo poema e se vier ao Porto, eu também gostaria de a conhecer...
Beijos e abraços
Marta

O Profeta disse...

Um abrigo feito de pedras
Uma porta sem entrada
Uma janela fugida à luz
Aprisiona alma desencontrada

Um tecto feito de estrelas
A Lua brinca com fios de luz
Um cometa passou rasante
Um coração o outro seduz



Bom domingo


Mágico beijo

ลndreia disse...

São esses os dias em que verdadeiramente crescemos! *