segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Flor


Na mão uma flor,
uma borboleta poisada
um perfume
que será cor
um adormecer
dos sentidos,
perfume ténue,
que todos os dias
me embriaga.
Que me faz viver,
e no meu acordar,
continuar sempre a Amar!

Isabel Cabral

8 comentários:

Verônica Martinelli disse...

Lindas palavras, cofesso aqui a minha paixão por flores...das mais simpes as mais caprichosas!!!
É lindo ver sua cores, e mais ainda nessa a sua poesia!1
Beijos

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA ISABEL, BELÍSSIMA POSTAGEM ... AS BELAS FLORES E O TEU POEMA... FASCINANTE!!!
UM ABRAÇO DE MUITO CARINHO E TERNURA,
FERNANDINHA

Artista Maldito disse...

Olá Isabel

E neste adormecer dos sentidos a vida torna-se mais colorida e transforma-se no inebriante perfume do amor.

beijinho com carinho
Isabel

Multiolhares disse...

Li o teu poema de cima para baixo
de baixo para cima
e também dividido pelas cores
não te sei dizer qual das formas fica mis harmónico,
gostei de todas as vertentes
beijos

Viviana disse...

Olá Isabel,

A flor é belíssima.
As palavras são um encanto.
As cores são repousantes.

Um beijo

viviana

licas disse...

Olá Isabel
Debaixo desta chuva e vento sabe mesmo bem olhar esta maravilha da natureza e com ela sonhar na Primavera que se aproxima.
Afinal Primavera para si é o dia a dia, porque com duas frases escreve sempre um poema e ainda assiste à Forescência do seu Pai.
Parabéns por si e por ele!

É verdade que já partilho algo com a Isabel. A proximidade geográfica e alguns dos interesses comuns pos-nos a falar a mesma linguagem.
Mas não é porque nos separam 300 Km, que não podemos usufruir da mesma proximidade ideológica e de sentimentos.
A amizade encurta o espaço.
Um abração e foeça para as suas tarefas.
Isabel

Anastácio Soberbo disse...

Olá Isabel
Um misto de flores com cores e com esta música de fundo só pode resultar num poema destes.
Muito bonito, obrigado!
Um beijo para si.

BlueVelvet disse...

Lindo, Isabel.
Nem a imagem que é belíssima consegue ser mais bonita que o teu poema.
beijinhos