quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Princesa

Como princesa te fiz
uma princesa gerei,
nove meses foram anos.
De luta, suor e lágrimas.
Princesas existem muitas,
com reinos feitos de ouro.
Mas teu reino é um jardim,
feito de Amor e Paixão.
Para mim és a princesa,
bem igual a tantas outras.
Mas por seres minha, e de mim vires,
sendo igual a tantas outras,
és diferente das demais.
Isabel Cabral

7 comentários:

Teresa disse...

Como a "princezinha" deve ter orgulho de uma mae, que escreve poemas tao sublimes.
A Isabel também é diferente das demais, por isso nao admira, que a sua "princezinha" e os seus dois
"príncepes" sejam pessoas muito especiais.

Saudacoes outonais!

Multiolhares disse...

Independentemente da idade são as nossas princesas para sempre
beijinhos

gaivota disse...

a nossa princesa é sempre a mais princesinha,depois cresce, cresce... é sempre a nossa menina...
tenho 3 nascidas de mim,
agora mais 2 príncipesinhos e
2 princesinhas...
que bom!
parabéns, raínha!
beijinhos

Viviana disse...

Ola querida Isabel,

Tão lindo e comovente o poema dedicado á sua linda menina!

Ai! os filhos!

"Que coisa linda, que coisa louca, que os filhos são!"

(Vinícius de Morais)

Desejo-lhe um lindo dia

Um abraço
Viviana

Teresa disse...

Tenho duas duas leitoras de quem gosto muito: ambas poetisas e ambas com o lindo nome de Isabel.
Que mais posso desejar?!

Em Portugal também há o canal ARTE.
Pode-me dizer se hoje também apresentam o filme "Um gata em telhado de zinco quente" com o Paul Newman? Aqui comeca às 21 horas.

Um abraco amigo

Mello disse...

O teu poema dedicado à tua menina é tão terno, suave e amoroso.

Gostei muito da imagem que acompanha o poema.

Oh! Isabel dizes que só brincas com as palavras, Poetisa!

Tu é que me deixas sem palavras, com tanto afecto…

Beijinhos,

Graça Mello

BlueVelvet disse...

Que lindo o teu poema para a princesa M.
Fez anos ou apeteceu-te?
Beijinhos