quarta-feira, 25 de junho de 2008

Mulher


Mulher é sol nascente


Mulher é sorriso


Mulher é um ser


Sofrido


Mulher é mãe


Ou não


Mas mulher


É sempre mulher


Mulher é paixão


Mulher é coração


Mulher dá a mão


Mulher é amor


Mulher é grito


Mulher é terra


Mulher é semente


Mulher é ventre


Mulher é dor


Mulher é gemido


Mulher é flor


Mulher é cheiro


De alfazema, lilás e jasmim


Num jardim florido


Mulher é vida


Entrelaçada noutras vidas!!!



Isabel Cabral

6 comentários:

Viviana disse...

Olá Isabel,

Que poema lindo!
Impressionou -me!

Fez-me bem , como mulher, ler isto.

Desejo muito que a minha amiga esteja bem e que o seu sogro possa estar a recuperar da cirurgia.

A nossa vida é assm!

Quando menos esperamos... as coisas complicam-se.

Ah! mas nós mulheres já estamos mais que habituadas e calejadas, com estas coisas.

Quando parece que já não estamos a conseguir...as energias e as forças reaparecem como que por milagre!

È é mesmo milagre..`. sabe o que é que eu acho?

Aqui para nós que ninguem nos ouve, eu creio que Deus deve ter um carinho muito especial pelas mulheres, porque Ele quando as criou, já sabia que elas precisariam de muita força, de muita coragem, de muita renuncia...para cumprirem o fim para o qual foram criadas.

Sabe, eu gosto imenso de ser mulher!

tenha um bom fim de dia
Um grande abraço
viviana

Raul Martins disse...

E eu olho para o horizonte e louvo:
Bendito o Deus que nos deu por complemento esse ser admirável que é a mulher.

E rezo:

Que ao homem seja dada a graça de ser um complemento à sua medida.

Carpe diem!

Teresa disse...

Mil agradecimentoa à nossa poetisa - ontem faltou-me um poema - e ao Raúl pelo seu louvor às mulheres.

Na noite de insónia estive a observar a imagem, que tinha ontem no seu blogue, mas nao a compreendi.
Ontem nao tive coragem de fazer
perguntas, mas hoje faco. Sao duas criancas?

As suas palavras de ontem fizeram-me bem. Há dias que a tristeza me vem visitar. Que hei-de fazer?

Beijinhos de uma Alemanha em delírio.

Teresa disse...

Ai, Isabel, eu sei a razao porque queria que ganhasse a Turquia.
Eu fiquei quase contente do segundo golo da Turquia. Eu, com uma família alema ...
Ainda nao lhes perdoei !!!

Amanha, vou logo ver o poema.

Beijinhos do longe, como a Carmo diz.

BC disse...

Teresa, ontem não respondi, em relação à imagem, não são duas crianças.
É UMA CRIANÇA E UM ANIMAL (UM MACACO).
DAÍ A IMAGEM SER TÃO SURREAL E EU A TER POSTADO.
É DOLOROSO VER COISAS DESTAS, MAS AO MESMO TEMPO COMO A PRÓPRIA IMAGEM DIZ,A GENEROSIDADE DESTA MULHER É INCRÍVEL.
E FICA A IMAGEM!!!!

gaivota disse...

a mulher é tudo isto e ainda mais!
é um sem número de vidas entrelaçadas...
beijinhos