terça-feira, 3 de junho de 2008

É Urgente

Nas armérias lilazes
(ou saudades que são, na voz do povo),
eu sonho e canto
todas as flores do mundo
e as crianças que choram
sem brinquedos
e os que amam
sabendo que não podem ser amados
e os que vivem sem casa
onde abrigar os medos
e o direito de estar.

É preciso é urgente,
que as armérias-saudades
continuem felizes e lilazes,
e que não haja crianças sem brinquedos,
e que não chorem velhos sem abrigo,
deitados em misérias indiscretas,
e que o sonho não morra
ou enlouqueça
nos olhos dos poetas.

Mariano Calado
in "A Fuga do Silêncio"

Nota: As armérias da imagem são do guincho

12 comentários:

1/4 de Fada disse...

Aqui nesta sua casa encontro sempre poemas belíssimos. Beijos.

Viviana disse...

Que poema lindo Isabel!

E com o pormenor de ser escrito na mesma cor das armérias!

Que saudades que me deu ao vê-las!
Imediatamente voei para a praia da Aguda, minha praia preferida, no concelho de Sintra.

Como estão vivos na memória os "tufos" espalhados pelo areal cá em cima!

Vejo-as perfeitamente, baloçando ao vento.

Um dia destes tenho que ir lá visitá-las.

Obrigada amiga Isabel

Alegrou-me muito nesta tarde.

um grande e carinhoso abraço
viviana

Multiolhares disse...

Que tudo o que os homens passam para o papel, como os direitos das crianças
Possa nascer no coração de cada um de nós para o fazer cumprir
bj

Teresa disse...

Desta vez nao vou interpretar o poema do seu pai.
Só digo: o povo portugues tem realmente grandes poetas como, por exemplo, seu pai.

RENARD disse...

Querida BC:

As pessoas que visitam o meu blog são consequência de nos termos "conhecido". São pessoas do "seu mundo", da sua "tribo".
Enche-me de orgulho que pessoas como a BC e a sua teia de afectos tirem tempo das suas vidas para lerem os meus desabafos e aconselharem-me.

Um beijinho para si

Raul Martins disse...

Como tudo é tão simples aos olhos dos poetas!
E cada vez é mais urgente acreditar, sonhar e cantar um mundo novo!
E continuemos nós o nosso caminho, construindo a nossa cidade dos afectos. Amanhã será um novo dia!

Maria do Carmo Cruz disse...

Meu Deus, dai-me inspiração, porque eu só encontro, agora e sempre, uma palavra urgente: Amor.
É urgente amarmo-nos para amar os outros; é urgente amar os outros para não nos dividirmos; é urgente unirmo-nos para construir; é urgente construir um mundo novo; é urgente um mundo novo para podermos amar; é urgente podermos amar para nos amarmos a nós próprios. E depois, refazemos o círculo. Virtuoso.
É URGENTE! E eu posso correr nesta urgência, mesmo e canadianas. É urgente destruir as barreiras, as fronteiras, os muros. É urgente o Amor, enfim!
Avó Pirueta

BC disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
BC disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
f@ disse...

Mto bonito... é mesmo mto urgênte que o sonho não se distraia ... que os poetas declamem as arménias coloridas como de rosa como as da foto do teu post beijinhos das nuvens

ematejoca disse...

Posso lhe chamar Isabel?
Agradeco as palavras simpáticas que deixou no meu blogue.
Eu tenho sensibilidade para ler poemas, mas nao para os escrever.
Os poemas meus que vao aparecendo, era eu menina e moca quando os escrevi. Nao tenho vergonha de os colocar no meu blogue porque fazem parte de mim. No entanto, eu sou agora outra.
Summa summarum: o meu blogue vai ter coisas bonitas e coisas feias.
Em sou gémeos, tenho de meter o nariz em muitas coisas.
O que lhe peco, é que me aceite como sou, como já fez a Carmo, Fátima e mesmo o Raúl.
Um beijinho de D´dorf! :):):)

BC disse...

Olá!
É evidente que me pode chamar Isabel,porque é mesmo o meu nome, no princípio apareci como BC, pois não estava habituada a estas coisas
da blogosfera e quis sem dúvida preservar a minha pessoa.
Não sabia quem iria encontrar, para mim era um mundo novo completamente.
O encontrar coisas feias e bonitas
acontece com todos, uns dias correm melhor que outros.

Eu não sou escritora, muito menos poeta,simplesmente vou brincando
muito seriamente com as palavras e por vezes até me saio menos mal, por isso não se preocupe.
Tento essencialmente transmitir
mensagens.
À PROPÓSITO TB. TENHO UM FILHO GÉMEOS QUE TOCA EM MUITAS TECLAS
AO MESMO TEMPO (será do gémeos)
O MEU PAI É UM GÉMEO DE 10 DE jUNHO
e é completamente diferente do meu filho.
Beijinhos daqui de Cascais, terra de mar.
OS MEUS :) :)S