terça-feira, 6 de maio de 2008

Poema para Mariana


Uns versinhos já te fiz,
Um poema vou fazer.
O tempo passou.
Menina já não és,
Mulher também não.
De mulher tens a aparência
De menina a inocência.
Teus olhos são de menina.
Teu corpo de mulherzinha.
És pureza, ingenuidade,
Mariana
Mulher-menina
A menina pede colo,
A mulher já não o quer.
A mulher começa agora
A voar.
E nesse voo de sonhar
De ave colorida,
Deixa-me, amor, partilhar,
Contigo poder voar.
A vida vai prosseguir,
Mariana,
Mulher-menina.
Esse caminho contigo,
Quero fazer.
Até Deus querer
E enquanto me deixares.
De mãos dadas
Partilharemos
O mar, o campo, as flores.
E nas asas da ave colorida
Voaremos as duas,
Em sonhar
Pelo infinito
Isabel Cabral
Natal 2005
Este poema foi feito para a minha filha Mariana, em plena adolescência, com ele quis transmitir-lhe o quanto estava solidária com ela na caminhada difícil, por vezes que é a adolescência, porque eu também já fui adolescente!!!

17 comentários:

Viviana disse...

Muito lindo, Isabel.

Imagino como a Mariana deve ter gostadO!

OH! como seria bom que todos os adolescentes por esse mundo fora ,tivessem e sentissem este companheirismo, este apoio!

AH! então o nsso mundo seria outro.

fique bem

viviana

Multiolhares disse...

E como elas precisam de apoio , é uma idade como dizes que já não são meninas nem mulheres, como é difícil
beijinhos

gaivota disse...

revejo-me com este poema e com as minhas filhas, continuo de mão dada com cada uma delas de vez em quando, mesmo sendo já avó...
e não me chateio que digam "o cordão umbilical" nunca mais se parte..., mesmo longe (e bem!)
beijnhossssssssssss

BC disse...

Pois é Viviana, os nossos jovens devem ter mais apoio, em especial dos pais, para seguirem por uma estrada pintada de aguarelas, aquela de que eu sempre falo e assim serão certamente adultos felizes...
Fique bem!

BC disse...

Ainda bem gaivota que continuas de mãos dadas com as tuas filhas é bom para nós e para eles.Sempre!
Beijinhos e afectos

BC disse...

Temos que saber gerir bem os afectos e os sentimento nestas idades, especialmente dar sempre muito amor.
Aparece sempre.
BJS

RENARD disse...

Parabéns à Mariana por ter uma mãe tão boa como a minha!

Beijocas

BC disse...

Obrigada renard e um beijinho para a tua mãe.
Para ti as beijocas e os sorrisos
habituais, para começar bem o dia.
Infelizmente não estou melhor e tenho que ir de viagem, pois morreu a sogra do meu pai.
A VIDA É FEITA DE COISAS BOAS E DE OUTRAS MENOS BOAS.
Até logo....

BC disse...

Bom dia matemáticanacidadela, recebi o comentário, mas não sei o que se passa ele não está a aparecer no blog, como pode ler no comentário acima vou ausentar-me,durante o dia de hoje, por razões óbvias.
Logo à noite se não o vir aqui passo-o na integra, mas vou esperar
pode ter acontecido alguma coisa com a internet e levar mais tempo.
Só quis deixar uma explicação.
Um beijo, e mais uma vez peço desculpa, neste momento não posso
utilizar o outro computador onde costumo escrever pois ainda tenho o filho a dormir, e este prega partidas muitas vezes.

Fátima disse...

Parabéns pelo dom da maternidade!
Os filhos são o melhor do mundo... mas são muito do reflexo da educação dos pais.
Postei em tempos idos vários vídeos e conferências sobre o tema do papel dos pais na educação. Mais dia menos dia volto a postar alguns mais relevantes.
Ab.

Anónimo disse...

Olá Isabel!

Um bonito sentir de mãe que vê a sua filha a crescer e pressente o momento da libertação mas em vez de lhe cortar as asa, incentiva-a a voar. É desta forma que os pais devem acompanhar os filhos.
Peço que me deixes colocar este texto na rubrica "Coração adolescente" e com o título "Olhar de mãe!", pode ser? E o título? Ou sugeres outro? Também pode ficar "poema para Mariana"

Um sorriso!

RENARD disse...

BC:

Os meus sentimentos para si e para a sua família. A morte é uma parte indelével da vida. E se soubermos aceitá-la vivemos muito mais em paz com a nossa própria existência.

Um beijinho de melhoras.

BC disse...

Boa noite Fátima!
Hoje tive um dia difícil, para além de estar doente, ainda tive um funeral de uma pessoa de família,e uma viagem pela frente.
Quanto ao dom da maternidade,não sei se o tenho ou não, a única certeza que tenho na minha vida é que amo os meus filhos acima de tudo, daria a minha vida certamente
por eles.O meu amor é tão grande que me sai pela boca, pelo coração, por todo o meu corpo, e assim será....
Um abraço

BC disse...

Olá!
Se o anónimo é quem eu penso, por mim está tudo bem, podes postar no
"Coração adolescente" à vontade.
Quanto ao título acho bem, nada a opor, faz como achares melhor,a partilha sempre foi o meu lema.
Obrigada pelo sorriso, hoje o dia não foi fácil,o melhor foi estar algumas horas com o meu pai a partilharmos também muita coisa,e isso foi o bom do dia de hoje!
Também para ti um sorriso!

BC disse...

Olá querida renard!
obrigada, pela tua preocupação, continuo um bocado esquisita, mas vai tudo passar, eu sou lutadora, tipo àrvore.
A morte é sempre difícil, mas existem situações,que penso que o melhor é Deus lembrar-se das pessoas, 92 anos, numa situação completamente vegetativa, foram uns
anos bem complicados, tanto para ela, como para a filha, como para o meu pai. Acho que agora já está a descansar....

Raul Martins disse...

E esta do "anónimo"! Não sei como fiz isto.
Também te acompanho neste momento de dor.

BC disse...

Vim só aqui abrir os mails, estou completamente afónica,já há muito tempo que não me acontecia uma coisa destas.
Obrigada Raul, pela solidariedade.
Logo se tiver a sentir-me um pouco
melhor vou ver as postagens de hoje.
Quanto ao anónimo, não estavas muito anónimo, percebi logo quem era.
Obrigada e sorrisos